Jac Notícias Equipe Carros da China

JAC Motors J5 chega ao Brasil como o sedã médio mais em conta

WebMotors avaliou o novo sedã J5 por um trecho de 60 km entre a capital baiana e o balneário da Praia do Forte. Com preço para brigar por um espaço no segmento dos sedãs médios, o J5 chega na dose certa.Ou seja, longe de oferecer o prazer de dirigir de um Kia Cerato ou apresentar a mesma tecnologia de um Fiat Linea. Com 2,71 m de entre-eixos, o J5 pode ser a porta de entrada para aquele consumidor que pretende ingressar no segmento dos sedãs médios sem ter de gastar mais do que R$ 54 mil.

Os principais equipamentos de série do J5 são ABS, airbag, ar-condicionado eletrônico, sensor de estacionamento, trio elétrico e direção hidráulica. Outro artefato do J5 para tentar combater os modelos mais tradicionais são os seus seis anos de garantia. Mas para convencer o consumidor a comprar um modelo chinês sem pensar nos tradicionais, a JAC Motors usará outra artilharia pesada. A munição vem do mercado publicitário, onde serão feitas campanhas e mais campanhas na TV, na mídia impressa e na internet.

Visibilidade e ergonomia

Os bancos do J5 se encaixam perfeitamente ao motorista. O alinhamento do corpo com o assento pode ser feito com as duas regulagens de altura e com o ajuste, por alavanca, do encosto. O ponto falho só fica por conta da pequena, quase nula, regulagem de altura da coluna de direção.Quando o assunto é visibilidade, o J5 tira nota média. Um dos motivos para o carro quase não passar de ano no quesito é a forte inclinação do para-brisa dianteiro, prejudicando assim o campo de visão do motorista.

Motor 1,5L de 125 cv de potência

Durante a avaliação do WebMotors o J5 se monstrou um modelo esperto para o circuito urbano e lento para o trecho rodoviário, principalmente nas retomadas. Rodando a 100 km/h o conjunto mecânico trabalha em 3.000 rpm tranquilamente. O J5 usa a mesma arquitetura do J3 e também conta com comando variável de válvulas. Com um torque de 15,5 kgfm a 4.000 rpm, o J5 acelera de 0 a 100 km/h em 11,8 segundos, de acordo com medições da JAC. Já a velocidade máxima declarada é de 188 km/h.

Um detalhe que ficou evidente durante o trecho em que o WebMotorsavaliou o modelo foi a reação da suspensão. Extremamente macia, ela chega a gerar sinais de “flutuação” quando o carro ultrapassa os 80 km/h. O conjunto que equipa o carro é formado por sistema McPherson na frente e Dual Link na traseira. A opção avaliada era a equipada com roda de aro 16” e pneus 205/55. Na lista de opcionais do J5 está a roda de aro 17” calçada com pneu 215/45.

Outro item que também não ficou tão bem calibrado foi a direção hidráulica, leve por excesso e com pouca precisão, o sistema precisa ser reajustado. Em determinados momentos da avaliação aparentou-se existir uma certa folga no conjunto. De acordo com Rodrigo Villas Boas, gerente de engenharia da JAC Motors Brasil, “o J5 não tende a inclinar nas curvas. Nossa recalibração foi feita priorizando a segurança, mas sem prejudicar o conforto na rodagem, principalmente nas cidades”.

Vale comprar?

“O segmento de sedãs médios vem crescendo nos últimos anos no Brasil, o que demonstra que o J5 chega em um bom momento. É um modelo com um belo design e com ótimo conjunto mecânico, além de oferecer itens que não existem em alguns outros da categoria, como sensor de estacionamento e ar-condicionado digital. É um veículo com a cara do Brasil: bonito, ótimo e acessível”, observa Sergio Habib, presidente da JAC Motors Brasil.

O JAC Motors J5 chega na mesma pegada que chegaram os novos sedãs compacto de baixo custo (leia-se Logan, Versa e Cobalt). A diferença é que ele ataca em uma categoria maior. Com 4,59 metros de comprimento, 1,77 m de largura, 2,71 m de entre-eixos e capacidade para levar 460 litros de bagagem, o J5 chega por R$ 53,80 mil (R$ 55,19 mil com rodas aro 17). Os concorrentes do J5 são Toyota Corolla (R$ 61 mil), Chevrolet Cruze (R$ 64,40 mil), Honda Civic (R$ 70 mil), Kia Cerato (R$ 60 mil), Peugeot 408 (R$ 60 mil), Renault Fluence (R$ 66 mil), VW Jetta (R$ 60 mil) e Fiat Linea (R$ 54 mil). Será que a diferença de R$ 5 mil vale?

Pontos fortes do J5
Preço acessível, garantia de seis anos e espaço interno.

O que pode melhorar no J5
Desempenho, dirigibilidade e valorização da marca.

Modelo J5
Motor 1.5 VVT 16V
4590 × 1765 × 1465
Comp. x Larg. x Alt. (mm)
Entre eixos (mm) 2710
Peso em ordem de marcha (kg) 1315
Capacidade do porta-malas (l) 460
Capacidade do tanque de combustível (l) 57
Tipo de motor 4 cilindros em linha
Deslocamento volumétrico (cm3) 1499
Diâmetro (mm) 75
Curso (mm) 84,8
Comando de válvulas DOHC 16V VVT
Relação de compressão 10,5:1
Potência Máxima (cv/rpm) 125/5500
Torque Máximo (kgfm/rpm) 15,5/4000
Transmissão Manual de 5 Velocidades
Suspensão dianteira Independente, tipo McPherson com molas helicoidais e barra estabilizadora
Suspensão traseira Independente, tipo Dual Link com molas helicoidais
Freios Dianteiro a disco ventilado e traseiro a disco sólido com ABS e EBD
Pneus 205/55 R16 (opc. 215/45 R17)
Rodas Em liga de alumínio 16″ (opc 17”)
Velocidade máxima 188 km/h
Aceleração de 0 a 100 km/h 11,8 segundos

Vi no Webmotors

Sobre o autor | Website

Alexandre Carvalho é empresário na área de Marketing e Coaching. Uma das suas empresas é a Forcom, especialista em gestão de marketing e conteúdo. Ativo e interessado em diversas temas, tem como objetivo divulgar o segmento de Carros Chineses no Brasil.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Seja o primeiro a comentar!